Michaelis
Melhoramentos Moderno Dicionário da Língua Portuguesa
Michaelis

Dicionário de Português Online

Significado de "ter"

lista por ordem alfabética: A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

ter
ter
(lat tenere) vtd 1 Estar na posse ou gozo de; desfrutar, gozar, possuir, usufruir: Ela tem lindos vestidos. Não tinham os operários o direito de greve. vtd 2 Alcançar, haver à mão, obter: Teve em dote várias casas. vtd 3 Achar ou ver ao seu alcance, poder dispor de, poder gozar de: Tem amigos que sempre o socorrem. vtd 4 Agarrar, aguentar, conservar preso e seguro, não largar; segurar, suster: A polícia tem nas mãos o criminoso. vpr 5 Agarrar-se, aguentar-se, equilibrar-se, segurar-se para não cair: "Tem-te, meu filho, não olhes na funda, lisa corrente" (Gonçalves Dias). vtd6 Dominar, possuir, ser senhor de: Ter um reino. vtd 7 Apresentar, possuir: Esta bebida tem bom sabor. "Toda arte tem seus segredos técnicos" (Arnaldo Magalhães de Giacomo). "...o indo-europeu primitivo não tinha voz passiva" (Theodoro Henrique Maurer Jr.). vtd 8 Estar interessado ou relacionado com; haver analogia ou semelhança; haver em comum; interessar-se por: Nada tem isto com aquilo. Que tem você com essa história? vti 9 Estar determinado ou resolvido; ser obrigado; ter necessidade ou precisão: Temos de partir já. (É incorreção, que nem todos os bons escritores evitam, dizer ter a e ter que por ter de.Em vez de tenho "a" pedir-lhe, tenho "que" pedir-lhe, deve-se dizer tenho "de" pedir-lhe.) vti 10 Atribuir o valor de, considerar equivalente a: Sermão que tivemos por uma terapia psíquica. vtd 11 Contar de idade ou de existência, ter durado; durar, existir: Já tinha 30 anos quando casou. vtd 12 Importar, montar, valer: Não se amofine com o revés; isso não tem nada. vtd 13 Estar encarregado de; ocupar-se em: Eu tinha uma classe para lecionar. Os deputados tiveram hoje sessão. vtd 14 Fazer parar; deter: Não puderam ter o desordeiro, que fugiu desabaladamente. vtd15 Atalhar, conter, refrear, reprimir, suster: Conseguem os iogues ter prolongadamente a respiração. vpr 16 Conter-se, refrear-se, reprimir-se: Não se teve de alegria. Ele teve-se em brio. vpr 17 Ater-se, confiar: Tinha-se à orientação do mestre. vtd 18 Dar origem a: Água límpida e saudável tivera este manancial noutro tempo. vtd 19 Ser genitor de: Quantos filhos tem o senhor? vtd 20 Gerar, procriar (falando do homem e do animal): Maria teve três filhos. Esta porca teve sete leitões. vtd 21 Produzir (falando da planta): Esta árvore tem muitos frutos. vtd22 Ser dotado de: Ter capacidade, ter juízo, ter singeleza. vtd 23 Fruir, gozar: Temos o prazer de convidá-lo para almoçar conosco. "...certa fazenda, que tivera fama pelo esplendor da sua capela" (Coelho Neto). vtd 24 Dar provas de; revelar: Ter caridade, ter confiança. vtd 25 Haver-se ou proceder com: Ter cuidado, ter prudência. vtd 26 Trazer vestido ou calçado; trajar: Tens hoje um lindo vestido. vtd 27 Trazer consigo ou em si: Tinha o filho ao seio. Tem sempre dinheiro no bolso. vtd 28 Conservar, manter: Graças ao castigo, tinha-os obedientes. Tem algo em segredo.vtd 29 Hospedar, manter, sustentar: É um prazer tê-lo em minha casa. vpr 30 Deter-se, manter-se, parar: Tinha-se em casa por doença. vtd e vti 31 Ser o receptáculo ou repositório de; abranger, compreender, conter: Este país tem (ou tem em si) quanto pode a ambição apetecer ou a fantasia sonhar. vtd 32 Ser de certas dimensões: A sala tem vinte metros quadrados. vtd 33 Constar de, ser constituído ou formado de: Este dicionário tem cinco volumes. vtd 34 Ser concorrido, frequentado ou visitado por: O orador teve muitos ouvintes. O cinema teve uma enchente. vtd35 Administrar, dirigir: Tem uma secretaria a seu cargo. vtd 36 Ensinar: Este professor tem muitos alunos. vtd 37 Estar confiado ou entregue a; ser administrado, auxiliado, dirigido, dominado, possuído, protegido por: Temos um governo democrático. Esta casa tem dono. A empresa tem bons advogados. vtd 38 Adotar, seguir: Que direção tem a estrada? Não tenho o seu modo de pensar. vpr 39 Opor-se, resistir: Ter-se com (ou contra) o adversário. vtd 40 Experimentar, receber, sentir, sofrer (impressão, sensação, sentimento): Ter coragem, ter desgosto, ter medo. vtd 41 Sofrer de: Ter febre, ter uma doença.vtd 42 Receber: Ter uma remuneração, ter um castigo. "...dois corpos... nessa noite a mesma cova os teve" (Casimiro de Abreu). vtd 43 Dizer, fazer ou praticar por hábito: Tem ele algo indesejável em seu procedimento. vti 44 Apreciar, estimar: Ter em muito, ter em nada, ter em pouco, ter em tanto. Teve em pouco todos os óbices. vtd e vpr 45 Considerar(-se), julgar(-se), reputar(-se): Tinha-o por amigo. "Parece que mostra quanto por vil e baixo se tem" (Gonçalves Dias). vtd 46 Admitir, concordar; dar por assentado e certo; julgar, supor: Tenho que as coisas vão muito mal. vtd47 Assistir a, presenciar: Cedo teremos na Terra grandes alterações. vti 48 Dirigir-se, encaminhar-se (em combinação com o verbo ir): Ir ter a algum lugar. Ir ter com alguém. vtd 49 Emitir: Ter uma palavra de estímulo. 50 Forma com o particípio os tempos compostos: A corrupção tinha chegado ao âmago da sociedade. Aí tem você!: frase com que se exprime a surpresa produzida por atos ou ditos de outrem, para os quais não há explicação racional. Ter a balança: ser juiz ou árbitro. Ter a barba tesa a: afrontar com denodo (alguém); resistir com denodo a (alguém). Ter a boca cosida: ser reservado, discreto. Ter a braços: arrostar.Ter a cabeça para: a) ser apto ou hábil para; b) ter disposição ou paciência para. Ter a cargo: estar encarregado de. Ter a certeza de: não duvidar de, estar convencido de. Ter a consciência larga: ser pouco escrupuloso ou pouco lícito nos negócios. Ter a faca e o queijo na mão: ter poder para dispor inteiramente de alguma coisa. Ter algum pecado no cesto: ter cometido algum ato contra a castidade. Ter a linha: ter o aprumo ou a gravidade adequada a certas posições sociais. Ter à mão: ter perto de si; ter facilidade de obter. Ter a mão feliz: ganhar sempre; obter bom resultado de tudo quanto empreende. Ter a mão leve: estar sempre em ação de bater.Ter a mão livre: desenhar ou pintar com traços francos ou rasgados. Ter a mão pesada: molestar ao mais pequeno tato. Ter amargos de boca: ter desgostos, dissabores, inquietações. Ter a morte à cabeceira: estar gravemente enfermo; estar para morrer. Ter a morte no coração: estar possuído de grande aflição; ter grande pesar. Ter a paciência de um santo: ser muito paciente. Ter a palavra: ter a permissão ou o direito de falar em uma assembleia deliberativa. Ter a palavra de: contar com a promessa de. Ter a páscoa ao domingo: diz-se para significar que tudo está como dantes, ou para notar reincidência e repetição. Ter a peito: assumir a incumbência da realização de.Ter à perna: ser ameaçado, maçado ou perseguido por outrem. Ter a pique: empenhar-se por; ter o propósito de. Ter à porta: ter próximo ou iminente. Ter ares de: dar ares de; parecer. Ter as cartas limpas: ter sido sempre aprovado plenamente nos exames. Ter as cartas na mão: dirigir, dominar, estar senhor da situação; o mesmo que ter o jogo na mão. Ter às costas: ser responsável por; ter como incumbência. Ter as costas quentes: estar confiante por ter a proteção de alguém. Ter as honras de: receber as manifestações, os aplausos públicos pela maneira como se houve. Ter as mãos debaixo dos braços: estar ocioso; estar sem trabalho.Ter as mãos rotas: a) ser generoso, liberal ou pródigo; b) ser muito sujeito a deixar cair os objetos que tem nas mãos. Ter as pernas mortas: o mesmo que ter os braços mortos. Ter as suas provas feitas: ter demonstrado a sua coragem, o seu mérito, o seu saber etc. Ter a vida por um fio: não haver esperança de ter vida por muito tempo. Ter a vingança no coração: alimentar grande desejo de vingar-se. Ter a vista torcida: ser estrábico. Ter baratas no papo: ter vontade de falar. Ter bem-posto o ponto: mirar bem o alvo; mirar a algum propósito bom; ter conseguido o fim desejado. Ter boa boca: a) gostar de todas as comidas; b) estar por tudo; c) não reagir contra desconsiderações, injustiças ou insultos que se lhe façam.Ter boa estrela: ter boa sorte. Ter boa prosa: ter palestra agradável; ser muito labioso, ter bom palavreado. Ter boas maneiras: ser bem-educado. Ter boas pernas: ser capaz de andar bem, de fazer longas caminhadas. Ter boas saídas: desculpar-se sempre com êxito; ter réplicas felizes na conversação. Ter boca de riso: estar alegre, risonho, satisfeito. Ter bom dente: comer muito. Ter bom estômago: ser paciente ao receber agravos ou injúrias, não se ofendendo nem se agastando. Ter bom natural: ser de caráter brando e amorável; ser de bom engenho. Ter bom olho: a) ter perspicácia; ter tato para os negócios; b) ser bom caçador ou atirador. Ter bom ouvido: ter ouvido muito apto para perceber os sons e memorizá-los.Ter bom paladar: ter gosto apurado. Ter bom pulso: ter braços muito vigorosos. Ter bom sangue: ser dotado de boa constituição física. Ter bom vento: navegar impelido por vento favorável. Ter bons bigodes: ter boa presença e varonilidade. Ter bons repentes: dizer bons improvisos; ser espirituoso. Ter cabelinho nas ventas: não ser para graças; ser irritadiço; ter mau gênio. Ter cabelos no coração: ser cruel, ter maus instintos; o mesmo que ter pelos no coração. Ter cara a: opor-se, resistir. Ter carradas de razão: estar com toda a razão; ter todo o direito de proceder como procede. Ter com alguém: encontrar-se com essa pessoa. Ter compasso no olho: ser dotado de muito boa vista; ter certeza no olhar.Ter com quê: ter dinheiro, ser abastado. Ter consigo: a) ter certa propriedade ou qualidade, ou certo defeito inerente ao próprio gênio; b) ter em sua dependência. Ter conta e juízo: o mesmo que ter tento. Ter coração de pedra: ser austero, inexorável, insensível, muito rigoroso. Ter culpas no cartório: estar implicado em algum delito. Ter da sua mão: ter do seu lado ou a seu favor; ter o apoio ou auxílio de. Ter de: ter necessidade ou obrigação de. Ter debaixo da língua: estar quase a lembrar-se de (palavra). Ter debaixo das vistas: ter perto de si, sujeito à sua vigilância. Ter debaixo de mão: ter à sua disposição ou em seu poder. Ter debaixo de olho: pôr toda a atenção ou cuidado em.Ter dedo: a) compreender; conhecer bem; b) ser hábil. Ter de memória: manter na lembrança; recordar-se de. Ter de que viver: ter o bastante para a vida que passa, ter suas próprias rendas. Ter de reserva: ter economizado ou guardado para as ocasiões extraordinárias. Ter de seu: ter o suficiente para viver sem grandes apertos. Ter de sua mão: amparar, proteger. Ter devoção com: ter em especial veneração (um santo). Ter diante: estar vendo; presenciar; ter presente. Ter diante de si: poder esperar; poder vir a obter. Ter diante dos olhos: não esquecer, não tirar da memória, ter sempre na mente. Ter dias: terem as pessoas ou as coisas aspectos diferentes. Ter dom de palavra: falar bem, ter grande fluência oral.Ter dono: a) não ser de qualquer pessoa que apareça mas de um só possuidor; b) não ser livre. Ter em conta: atender, dar importância a. Ter em mercê: reconhecer como benefício, ou favor. Ter em mira: visar a. Ter em muito: ter em grande apreço, estima ou consideração. Ter em nada: desprezar, não dar apreço ou estimação a. Ter em perspectiva: contar com, esperar, ter como provável, conseguir. Ter em preço: apreciar, estimar. Ter em vista: atender a; projetar, tencionar. Ter entre dentes: ter ódio a. Ter espírito, ant: estar possesso. Ter estômago para: ser capaz de aceitar ou praticar (alguma coisa). Ter estrela na testa: ser estúpido, ser tolo. Ter face a: opor-se a; resistir.Ter fé: merecer crédito. Ter fé em: depositar confiança em; fiar-se em. Ter fim: acabar, findar, terminar. Ter força de lei: equivaler a uma lei; ter o efeito prático de uma lei. Ter frente a: opor-se a; resistir. Ter homem ao leme: ter timoneiro, direção, bom governo. Ter ideia: lembrar-se, recordar-se. Ter já a moleira dura: não estar mais na idade de aprender. Ter juízo próprio: ter foro privilegiado; ter livre escolha; ter o direito de escolher. Ter lã: ser muito acanhado ou tímido. Ter lágrimas na voz: falar de modo que forçosamente comove e enternece. Ter língua de trapos: falar confusamente, misturando e atrapalhando tudo o que diz. Ter lombo para: poder aguentar-se com; poder suportar.Ter lua: ter pancada na mola. Ter lugar: a) ocupar certo lugar; b) gal ocorrer, realizar-se. Ter lume de: ter vislumbres, vaga notícia ou leve conhecimento de. Ter lume no olho: a) ser atilado, inteligente, perspicaz; b) não se deixar lograr por outrem. Ter luzes a respeito de: não ignorar completamente. Ter má boca: a) não gostar de todas as comidas, ser biqueiro; b) ser difícil de contentar. Ter macaquinhos no sótão: ser pouco sensato; ter pancada na mola. Ter má estrela: ser azarado, ter má sorte. Ter mal posto o ponto: a) mirar mal o alvo, ou o intento; b) não ter conseguido o fim desejado. Ter mão: a) amparar, parar; b) suspender o que ia fazer ou o que estava fazendo; c) tomar cautela.Ter mão de: obstar, segurar. Ter mão em: obstar a que se faça alguma coisa. Ter mão e mando em: ditar lei a, dominar. Ter mão leve: o mesmo que ter a mão leve. Ter mãos para: ser perito em alguma obra manual. Ter mau focinho: ser carrancudo, mal-encarado. Ter medo da própria sombra: ser assustadiço. Ter mesa franca: oferecer comida a todas as visitas que chegam à hora da refeição. Ter muito a ponto: dar muita atenção a, dedicar muito cuidado e interesse a. Ter muito medo e pouca vergonha: temer o castigo, mas não tomar a resolução de se emendar. Ter muito pano para mangas: ter abundância de qualquer coisa. Ter muitos entressolhos: ser muito reservado, dissimulado ou fingido.Ter muito toutiço: ser muito ajuizado, ter muito siso. Ter na mão: ter em seu poder, debaixo da sua lei ou sujeito à sua vontade. Ter na memória o retrato de: lembrar-se perfeitamente de alguém e de suas feições. Ter na mente: lembrar-se, ter presente ao espírito. Ter na palma da mão: dominar, ser senhor de, ter autoridade ou poder sobre. Ter nascido debaixo de bom planeta: sair-se bem de tudo quanto empreende; ser feliz. Ter nascido ontem: ser de curta idade; ter pouca experiência. Ter nas unhas: estar de posse de alguma coisa; o mesmo que ter na unha. Ter na unha: o mesmo que ter nas unhas. Ter nervos: ser muito sensível e irritável. Ter névoas nos olhos: a) enxergar mal; b) não entender; ser falto de inteligência.Ter o berço em: nascer em; derivar-se ou proceder de: Teve o berço em uma família nobre. Ter o campo livre: não ter obstáculos. Ter o coração em: dedicar todos os seus cuidados e atenções a; querer muito a. Ter o coração torcido: afastar-se das normas do bem ou da justiça. Ter o corpo morto: o mesmo que ter os braços mortos. Ter o dado: ser o primeiro a jogar. Ter o diabo no corpo: estar enfurecido; ser insuportável. Ter o encontro: resistir ao ataque. Ter o espírito torto: pensar ou obrar de maneira oposta à retidão. Ter o jogo na mão: o mesmo que ter as cartas na mão. Ter o leme: administrar, governar. Ter olho: o mesmo que ter bom olho. Ter olho a: ter em mira, ter em vista.Ter olho de águia ou ter olho de lince: enxergar bem, ter vista penetrante. Ter olho em si: estudar-se, tomar conta em todas as suas ações; vigiar-se. Ter olhos nas pontas dos dedos: ter muito tato, perícia e agilidade. Ter o olho sobre: espreitar a conduta de (uma pessoa) para se acautelar dela. Ter o passo a: atalhar o passo a, não deixar avançar. Ter o penacho: o mesmo que apanhar o penacho. Ter o purgatório em vida ou ter o purgatório neste mundo: levar vida trabalhosa e repassada de desgostos e sofrimentos. Ter o sangue na guelra: ser imprudente e irrefletido; ter grande viveza e impaciência. Ter os braços mortos: a) estar contundido ou muito fatigado; b) estar paralítico, sem movimento, sem vida no corpo.Ter o seu dia: ter alguma oportunidade de alcançar o que se pretende. Ter o seu preço: o mesmo que ter preço. Ter o seu tanto de: a) ter alguma qualidade mas não muito pronunciada; b) ter uma tintura, uns laivos, uns longes de. Ter o sono leve: acordar sem dificuldades. Ter o sono pesado: não acordar com facilidade. Ter os ouvidos a consertar: não ouvir bem, ter dificuldade em entender o que outrem diz; o mesmo que ter os ouvidos no ferreiro. Ter os ouvidos cheios de: estar farto de ouvir reiteradas vezes a mesma coisa. Ter os ouvidos no ferreiro: o mesmo que ter os ouvidos a consertar. Ter ouvido de percevejo: ouvir a grande distância; ter o ouvido apurado. Ter paciência de santo: ter muita paciência.Ter palavra: não deixar de cumprir o que promete. Ter palavra de rei: manter sempre a sua palavra, não desdizer do que uma vez disse; cumprir à risca o prometido. Ter pancada ou ter pancada na mola ou ter pancada no realejo: não ser muito certo do juízo; praticar atos que denotam pouco siso. Ter pano para mangas: V ter muito pano para mangas. Ter para si: estar convencido de. Ter partes com o diabo: a) ser muito endiabrado; ser levado da breca; b) fazer coisas que parecem sobrenaturais. Ter pauta: ter relações com. Ter peito: ter coragem. Ter peito a: opor-se a; resistir. Ter pela mão: a) conservar a mão de alguém entre as suas; estar unido a alguém pela mão; segurar pela mão; b) dirigir, encaminhar, guiar.Ter pela proa: ter alguém pela frente ou contra si. Ter pelo: ser ousado. Ter pelos no coração: o mesmo que ter cabelos no coração. Ter peneira nos olhos: não ver as coisas como se passam; parecer cego ante aquilo que os outros veem; o mesmo que ter poeira nos olhos. Ter pinta: ter boa aparência. Ter poder em si: ter domínio sobre os seus ímpetos; ter força em si. Ter poeira nos olhos: o mesmo que ter peneira nos olhos. Ter por dito: a) considerar-se advertido e avisado; b) ficar prevenido, ficar sabendo. Ter por fim: destinar-se a; propor-se a; ter em mira. Ter por nome: chamar-se. Ter por seguro: considerar como bom ou infalível; considerar fora de risco.Ter por si: contar com (alguém ou alguma coisa) a seu favor ou pelo seu lado; dispor da proteção, do crédito, do valimento de alguém. Ter por teatro: realizar-se em. Ter posses: a) possuir meios pecuniários, ter com quê; b) estar apto ou habilitado para alguma coisa, poder fazê-la. Ter preço: não merecer desprezo; ser digno de alguma estima; ter algum valor. Ter presente: lembrar-se, ter na memória. Ter que: V ter de. Ter que fazer: a) estar atarefado, estar encarregado de algum trabalho, estar ocupado; b) achar-se em conjuntura difícil ou perigosa. Ter rabo de palha: ter conduta reprovável; o mesmo que ter telhado de vidro. Ter raízes numa terra: ter nela bens, estabelecimento, família, relações.Ter razão de ser: haver motivo para que assim seja. Ter relações com: a) ser ligado a outrem por afeição e confiança; b) ter trato ou convivência com; visitar-se com. Ter remédio: poder remediar-se; escapar, salvar-se. Ter repentes: ser inconsiderado no momento; ter ímpetos de mau humor. Ter resposta para tudo: não ficar calado em circunstância alguma. Ter rosto a: opor-se a; resistir. Ter rugas na cara: a) estar de feroz catadura; b) ser custoso de perceber, ser difícil e intricado. Ter sangue de barata: aplica-se a quem não gosta de briga, não reage, nem se altera quando provocado. Ter sangue de bugio: ser poltrão, pusilânime. Ter sangue mesclado: ter pais de diferentes raças ou condições.Ter sangue nas veias: reagir de pronto contra qualquer ofensa; ser um tanto fogoso; ter gênio. Ter sangue quente: irritar-se facilmente; ser muito fogoso. Ter sarna para coçar-se: a) ter problema espinhoso para tratar; b) ter negócio ou trabalho que demanda atenção e esforços continuados. Ter sede a: ter ganas a (alguém). Ter-se em pé: a) conservar-se, sustentar-se de pé; b) durar, resistir. Ter-se em si: conter-se, moderar-se. Ter seu lugar: ser admissível ou lógico; ter cabimento; vir a propósito. Ter só a pele e o osso: ser muito magro. Ter sobre si: ter como encargo. Ter suas razões: a) ter motivos particulares para proceder como procede; b) saber as linhas com que se cose.Ter sorte como o diabo: ser extraordinariamente afortunado; ter muita sorte. Ter talher a uma mesa: ser conviva certo ou habitual em uma casa. Ter telhado de vidro: não poder acusar outrem, por ser também culpado. Ter tento: não cometer imprudências, não proceder com precipitação. Ter tento em: cuidar em, prestar atenção a. Ter termo: o mesmo que ter fim. Ter todos os trunfos nas mãos: estar em situação excepcional, dispor de empenhos e proteção especial. Ter topete: ter atrevimento, audácia, ousadia. Ter uma salmoura no inferno: merecer o inferno. Ter uma venda nos olhos: não perceber o que se passa. Ter um fim: mirar a um fim, proceder com certo objetivo, ter algo em vista.Ter um nó na garganta: não poder falar; sentir-se embatucado. Ter unha: ser violeiro exímio. Ter unhas na palma da mão: ser ladrão; ter o hábito de furtar. Ter urtigas na consciência: ter cuidados ou apreensões pungentes; ter remorsos. Ter ventas: ter gênio áspero; ter dente de coelho (falando das coisas); ser de difícil execução. Ter vento e maré: ter tudo a seu favor. Ter vez: ter oportunidade de ou ensejo. Ter vista de: avistar. Ter vista do processo, Dir: recebê-lo para nele despachar ou responder. Ter vistas sobre: a) desejar alcançar (alguma coisa); b) propor-se aproveitar o préstimo de (alguém), para algum fim; c) ter intentos a respeito de (alguma coisa).Ter vivido muito: ter gozado muito dos prazeres na sua juventude. Ter voto: ter direito ou faculdade de votar ou de dar a sua opinião. Ter voto na matéria: ser competente na matéria ou no assunto de que se trata. Ter voz: a) ter natural disposição para o canto; b) o mesmo que ter voto.

© 1998-2009 Editora Melhoramentos Ltda. © 2009 UOL - O melhor conteúdo. Todos os direitos reservados