Michaelis
Melhoramentos Moderno Dicionário da Língua Portuguesa
Michaelis

Dicionário de Português Online

Significado de "verso"

lista por ordem alfabética: A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

verso
ver.so
sm (lat versu) 1 Palavra ou reunião de palavras sujeitas a certa medida e cadência, seguindo regras fixas, convencionalmente adotadas. 2 Cada linha de uma composição poética. 3 As composições poéticas em geral. 4 Versificação, metrificação. 5 A linguagem ou a parte da literatura que encerra as obras poéticas. 6 A poesia. 7 pop Sutileza; indireta. 8 Página oposta à da frente. 9 Face inferior das folhas dos vegetais. 10 Lado posterior de qualquer objeto; face oposta à da frente. 11 ch O ânus. 12 prep O mesmo que contra. Antôn anverso. sm pl Composições poéticas, poesias. V. agudo ou oxítono: o que tem o último acento predominante na última sílaba da última palavra do verso. V. alexandrino: verso de doze sílabas. V. branco: o mesmo que verso livre. V. datílico: o mesmo que verso esdrúxulo ou proparoxítono. V. de arte maior: verso de nove sílabas com pausas na terceira, sexta e nona sílabas. V. de arte menor: verso de menor número de sílabas, como a redondilha. V. de pé quebrado: verso errado ou malfeito. V. errado: o que peca contra as regras estabelecidas. V. esdrúxulo ou datílico ou proparoxítono: o que tem o último acento predominante na antepenúltima sílaba da última palavra do verso. V. grave ou paroxítono: o que tem o último acento predominante na penúltima sílaba da última palavra do verso. V. heroico: verso próprio de poemas épicos. V. heroico quebrado: o verso de seis sílabas. V. inteiro: o verso grave. V. intercalar: o que se repete várias vezes em qualquer canção ou poema depois de cada estrofe; estribilho. V. leonino: verso em que a sílaba da cesura rima com a última. V. livre ou branco: verso não metrificado e que só obedece às pausas espontâneas do movimento lírico. V. métrico: cada uma das linhas que formam um poema quando, como no grego e no latim, as palavras que o formam são escolhidas segundo a quantidade longa ou breve de suas sílabas. V. rítmico: cada uma das linhas que formam um poema, quando elas obedecem a certa acentuação rítmica, como no alemão e no inglês. V. sáfico: a) verso grego ou latino de onze sílabas, que se supõe inventado por Safo; b) verso português decassílabo, com acentuação tônica na quarta, oitava e décima sílabas. V. silábico: verso em que a medida é determinada só pelo número de sílabas e não pelo seu valor. Versos brancos ou soltos: os que não são rimados. Versos emparelhados: os que rimam dois a dois. Versos encadeados: versos em que a última palavra do primeiro deles rima com uma palavra do meio do verso seguinte. Versos feitos à candeia: versos de pé quebrado. Versos interpolados: os que rimam entre si, mas permeados de um até seis versos de rima diferente. Versos rimados: versos em que as palavras finais apresentam rima consoante. Versos soltos: versos brancos. Versos toantes: os que têm rima toante. Não é verso mas é verdade: a) zombaria com pessoa a quem dissemos verdade pouco agradável; b) réplica com que se insiste sobre a exatidão do que se afirmou.

© 1998-2009 Editora Melhoramentos Ltda. © 2009 UOL - O melhor conteúdo. Todos os direitos reservados